Benchmarking Brasil inicia hoje o recebimento de Cases

Sustentabilidade tratada como uma nova fronteira de inovação

trofeu_revista_corte_cantoneiraUm dos mais respeitados selos de sustentabilidade, o Programa Benchmarking, começou hoje a receber inscrições de cases que concorrem a certificação em 2016, em sua 14a edição. Empresas e gestores com boas práticas socioambientais podem inscrever seus cases para concorrer ao Ranking Benchmarking 2016, de 11 de janeiro a 31 de março.

Já passaram pelo crivo Benchmarking (tiveram cases certificados), 182 instituições brasileiras atuantes nos 03 setores da economia, e localizadas em 17 diferentes estados do país.   A comissão técnica do Programa é composta por especialistas de vários países, e a metodologia de seleção de cases é reconhecida pela ABNT, e os cases certificados são compartilhados em publicações, bancos digitais, e eventos técnicos.

Nas 13 edições já realizadas, o Programa Benchmarking já selecionou e certificou mais de 300 cases de sustentabilidade nas categorias: Resíduos; Energia; Emissões; Recursos Hídricos e Efluentes; Educação, Informação e Comunicação Socioambiental; Ferramentas e Políticas de Gestão; Manejo e Reflorestamento; Pesquisas Científicas e Desenvolvimento de Novos Produtos; Proteção e Conservação; e Arranjos Produtivos.

Benchmarking Brasil presta relevante serviço de utilidade publica na medida que informa a sociedade o “modus operandi” das organizações para com as questões socioambientais, ou seja, mostra a sustentabilidade aplicada no dia a dia da empresa, muito além da teoria e do discurso. Para participar, a empresa deve estar ciente, em concordância, e condições de atender os requisitos do regulamento.

FOTO_CT_2016_SITE_circulo_agrupadoNomes consagrados da sustentabilidade participam da Comissão Técnica 2016 

A comissão técnica responsável pela avaliação dos cases inscritos em 2016 reúne especialistas de 05 diferentes países: Estados Unidos, Portugal, Suécia, Chile e Brasil. Estes especialistas pontuarão quesitos dos cases sem terem acesso ao nome das organizações. Para ver foto, depoimento e perfil da CT 2016, clique AQUI

CT Ordem Alfabética

  1. Ana Toni, Presidente do Conselho do Greenpeace Internacional (RJ/Brasil)
  2. Armindo dos Santos de Sousa Teodósio, Líder do Núcleo de Pesquisas em Ética e Gestão Social (NUPEGS) do PPGA da PUC Minas (MG/Brasil)
  3. Camilee Duran, Diretor executivo da Green White Space (Malmo, Suécia)
  4. Cassia Moraes, Diretora de desenvolvimento sustentável da CIVICUS (Nova York, USA)
  5. Dener Giovanini, Fundador da RENCTAS – Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres (DF/Brasil)
  6. Herbert Santos de Lima, Consultor de negócios sociais e inclusivos do ISES – Instituto de Socioeconomia Solidária (MG/Brasil)
  7. Jorge Freitas, Gerente de Acesso a Mercado e Inovação Tecnológica do SEBRAE (AC/Brasil)
  8. José Goldemberg, Presidente da FAPESP – Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de São Paulo  (SP/Brasil)
  9. Juarez Freitas, Presidente do Instituto Brasileiro de Altos Estudos de Direito Público (RS/Brasil)
  10. Karina Marquesini Hansted Koloszuk, Coordenadora do Programa Finanças para sustentabilidade do WWF-Brasil (SP/Brasil)
  11. Laura Scheiber, Co-autora do livro Fortunas Desiguais: Snapshots from the South Bronx (MG/Brasil)
  12. Olgierd Swiatkiewicz, Presidente da Comissão Executiva da Secção Autônoma de Ciências Empresariais do Instituto Politécnico de Setúbal – (Lisboa, Portugal)
  13. Samyra Crespo, Presidente do Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro (RJ/Brasil)
  14. Simon Robinson, Fundador da Holonomics Education e Co-autor do livro Business Where People and Planet Matter (SP/Brasil)
  15. Valmir Martins de Oliveira, Co-fundador e Coordenador Geral do SIRSO – Simpósio Internacional  de Responsabilidade Social de las Organizaciones. (Santiago, Chile)

 

Sobre o Programa Benchmarking Brasil logo_program_p

O Programa se consolidou como um dos mais respeitados Selos de Sustentabilidade do país que  reconhece, certifica e compartilha as melhores práticas socioambientais das instituições brasileiras. Com metodologia própria reconhecida pela ABNT, já certificou 339 práticas,  de 172 instituições de 26 diferentes ramos de atividades. Até o momento, aproximadamente 200 especialistas de mais de 20 diferentes países participaram da comissão técnica que seleciona e certifica os cases Benchmarking. É inteligência coletiva em sustentabilidade com 3 livros publicados e mais de 60 encontros técnicos realizados, além de 11 edições veiculadas da Revista Benchmarking.
Logo_fotografia_slogan_pEm 2013, o Programa foi o grande vencedor (1o colocado) na categoria Humanidades do Prêmio von Martius de Sustentabilidade da Câmara Brasil Alemanha. Em 13 edições já realizadas construiu e detém o maior banco de boas práticas socioambientais certificadas e com livre acesso do país. É considerado a fotografia da gestão socioambiental brasileira registrando seu nível de maturidade e evolução em sustentabilidade.

São Paulo, 11 de Janeiro de 2016

(11) 3257-9660/ 3729-9005

benchmarkingbrasil.com.br