Banco Digital Resíduos 1

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS
RESUMOS CASES BENCHMARKING – TEMÁTICA GERENCIAL
RESÍDUOS

Paginas: 01  02  03  04 05 06 07 08

 

 

 

AGCO DO BRASIL COMÉRCIO E INDÚSTRIA LTDA
Case:
 Reciclar para o Social – Uma atitude que faz a diferença 
Cidade: Canoas 
Estado: RS 
Responsável: Norbert Luckow Filho 
Cargo: Gerente de Meio Ambiente, Segurança e Saúde Ocupacional

Resumo: O destaque deste trabalho é a ação de responsabilidade social que faz com que a Central de Resíduos da AGCO do Brasil, na sua unidade de Canoas, seja operacionalizada por uma Cooperativa de catadores do próprio município, inserindo desta maneira no mercado de trabalho os membros desta comunidade.
Principais Resultados: Benefício Ambiental: reciclagem de aproximadamente 21 ton/mês de resíduo papel/papelão e 22 ton/mês de resíduo plástico; aumento da vida útil de aterros sanitários; preservação dos recursos naturais. Benefício Econômico: geração de uma renda aproximada de R$ 500,00 por mês para cada colaborador da cooperativa. Benefício Social: oportunidade de emprego para aproximadamente 30 pessoas de comunidades carentes, beneficiando famílias inteiras (mais de 100 pessoas). Edição 2008

 

 

AGCO DO BRASIL COMÉRCIO E INDÚSTRIA
Case:
 Práticas Eficazes na Gestão dos Resíduos Sólidos
Cidade: Canoas
Estado: RS
Responsável: Marcelo Matarazzo
Cargo: Gerente de Meio Ambiente, Segurança e Saúde

Resumo: O destaque deste trabalho é o esforço conjunto de diferentes áreas da empresa e a parceria com fornecedores, o que possibilitou que este trabalho se realizasse e fosse bem sucedido.Benefício Ambiental: redução de 14,57% na geração de resíduos de madeira, plástico e papel / papelão, quando compara-se um ano com outro, isto representa uma redução de 249 toneladas desses resíduos. Benefício Econômico: não foi contabilizado neste estudo de caso. Infelizmente como a maioria das embalagens foi desenvolvida pelos nossos Fornecedores não tivemos acesso detalhado aos custos destas modificações. Benefício Social: não foi contabilizado neste estudo de caso. Edição 2009

 

 

Alumar  – Consórcio de Alumínio do Maranhão
Case:
 Estratégica de Minimização de Resíduos Sólidos ALUMAR 
Cidade: São Luís
Estado: MA
Responsável: Domingos Campos Neto 
Cargo: Superintendente do Meio Ambiente

Resumo: Desde a implementação do processo de Minimização de Resíduos, em 1999, a taxa de reciclagem aumentou de 65 % (1999) para 106 % (2003). Este valor, acima de 100%, representa a eliminação de antigas áreas de estocagem de resíduos com o processo de reciclagem. Para conseguir o resultado alcançado, a integração do ABS (Sistema de Gerenciamento da ALCOA) com o EHS (Departamento de Meio Ambiente e Segurança do Trabalho da Alumar) foi essencial. Uma equipe multidisciplinar foi formada, incluindo o pessoal de EHS, áreas operacionais e de processo para gerenciar os resíduos de maneira sistemática. Como resultado, todos os resíduos industriais estão sendo reciclados ou co-processados de maneira ambientalmente correta, evitando a construção de novas áreas de disposição de resíduos, reduzindo passivo e conseqüentemente responsabilidades futuras. Além disso, a geração dos resíduos foi reduzida aproximadamente 16% de 2001 (42.738tons) a 2003 (35.861 tons). Edição 2004

Banco Digital Residuos 1

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS
RESUMOS CASES BENCHMARKING

TEMÁTICA GERENCIAL

RESÍDUOS

 Paginas 01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11

 

Agco do Brasil Comércio e Indústria Ltda
Case:
Reciclar para o Social – Uma atitude que faz a diferença

Cidade: Canoas
Estado: RS
Responsável: Norbert Luckow Filho
Cargo: Gerente de Meio Ambiente, Segurança e Saúde Ocupacional

 

Resumo: O destaque deste trabalho é a ação de responsabilidade social que faz com que a Central de Resíduos da AGCO do Brasil, na sua unidade de Canoas, seja operacionalizada por uma Cooperativa de catadores do próprio município, inserindo desta maneira no mercado de trabalho os membros desta comunidade. Principais Resultados: Benefício Ambiental: reciclagem de aproximadamente 21 ton/mês de resíduo papel/papelão e 22 ton/mês de resíduo plástico; aumento da vida útil de aterros sanitários; preservação dos recursos naturais. Benefício Econômico: geração de uma renda aproximada de R$ 500,00 por mês para cada colaborador da cooperativa. Benefício Social: oportunidade de emprego para aproximadamente 30 pessoas de comunidades carentes, beneficiando famílias inteiras (mais de 100 pessoas).Edição 2008

 

Agco do Brasil Comércio e Indústria Ltda
Case:
 Práticas Eficazes na Gestão dos Resíduos Sólidos

Cidade: Canoas
Estado: RS
Responsável: Marcelo Matarazzo
Cargo: Gerente de Meio Ambiente, Segurança e Saúde

 

Resumo: O destaque deste trabalho é o esforço conjunto de diferentes áreas da empresa e a parceria com fornecedores, o que possibilitou que este trabalho se realizasse e fosse bem sucedido.Benefício Ambiental: redução de 14,57% na geração de resíduos de madeira, plástico e papel / papelão, quando compara-se um ano com outro, isto representa uma redução de 249 toneladas desses resíduos. Benefício Econômico: não foi contabilizado neste estudo de caso. Infelizmente como a maioria das embalagens foi desenvolvida pelos nossos Fornecedores não tivemos acesso detalhado aos custos destas modificações. Benefício Social: não foi contabilizado neste estudo de caso. Edição 2009

 

Alumar – Consórcio de Alumínio do Maranhão
Case:
 Estratégica de Minimização de Resíduos Sólidos ALUMAR 

Cidade: São Luís
Estado: MA
Responsável: Domingos Campos Neto 
Cargo: Superintendente do Meio Ambiente

 

Resumo: Desde a implementação do processo de Minimização de Resíduos, em 1999, a taxa de reciclagem aumentou de 65 % (1999) para 106 % (2003). Este valor, acima de 100%, representa a eliminação de antigas áreas de estocagem de resíduos com o processo de reciclagem. Para conseguir o resultado alcançado, a integração do ABS (Sistema de Gerenciamento da ALCOA) com o EHS (Departamento de Meio Ambiente e Segurança do Trabalho da Alumar) foi essencial. Uma equipe multidisciplinar foi formada, incluindo o pessoal de EHS, áreas operacionais e de processo para gerenciar os resíduos de maneira sistemática. Como resultado, todos os resíduos industriais estão sendo reciclados ou co-processados de maneira ambientalmente correta, evitando a construção de novas áreas de disposição de resíduos, reduzindo passivo e conseqüentemente responsabilidades futuras. Além disso, a geração dos resíduos foi reduzida aproximadamente 16% de 2001 (42.738tons) a 2003 (35.861 tons). Edição 2004

 

Alumar – Consórcio de Alumínio do Maranhão
Case:
 Alteamento de depósitos de resíduo

Cidade: São Luís
Estado: MA
Responsável: Márcia Rosana S. Seba Salomão
Cargo: Eng. Civil CS 
 
Resumo: A metodologia consiste em depositar o resíduo úmido em diques de pequena altura (45 cm) e não erodíveis, construídos na superfície de uma Área de Resíduo de Bauxita (ARB) existente, área esta cuja capacidade original de estocagem de resíduo já se encontra esgotada, permitindo deságue do excesso de água para a área de resíduo de bauxita vizinha. A construção dos diques é feita com resíduo plástico e também utilizando o próprio resíduo de bauxita como material de construção. A Área de Resíduo de Bauxita 2 (ARB2) começou a receber a implantação do Upstream em 2000. O primeiro dique (mais alto e robusto por ser o dique de partida),foi construído com tijolos refratários oriundos da Redução da Empresa, um dos resíduos da fábrica aproveitados no projeto. Os diques sucessivos foram construídos utilizando-se tubos de geotêxtil (1,5 m de comprimento por 25 cm de diâmetro) preenchidos com resíduo plástico prensado (copos, garrafas, sacos) também oriundos da Empresa. A ARB2 permaneceu em operação pelo método Upstream Stacking de 2000 a 2004 e recebeu 1.500.000 m³ adicionais de resíduo, aumentando sua vida útil em aproximadamente 40%. A Área de Resíduo de Bauxita 3 (ARB3) encontra-se em operação recebendo resíduo por Upstream Stacking desde 2007 devendo permanecer assim até o final de 2009, o que aumentará sua vida útil também em aproximadamente 40%.Edição 2009

Paginas 01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11