Caçadores de Boas Práticas

selo_vermelhoBenchmarking Brasil seleciona e apresenta os detentores das melhores práticas de sustentabilidade do País

Desde 2003, o Programa Benchmarking concentra esforços para identificar e compartilhar boas práticas de sustentabilidade.  É um grande desafio que o Programa enfrenta para conseguir anualmente selecionar em torno de 20 a  30 práticas com excelência socioambiental.

O tema “sustentabilidade” ganhou força na ultima década, mas a “gestão” em sí ainda tem um longo caminho pela frente. Os profissionais que atuam neste mercado são poucos com a experiência e preparo necessários. A área é muito recente dentro dos quadros das organizações, as boas práticas nem sempre estão concentradas em uma única área. Por vocação, as boas práticas sempre permeiam departamentos distintos e agregam profissionais de diferentes formações. É uma cultura que está ou não internalizada na estratégia dos negócios daempresa. As inovações ganham força e os métodos de aferição para tangibilizar resultados estão cada dia mais precisos.

Pode parecer estranho, mas nem sempre as boas práticas ocupam lugar de destaque, principalmente quando saem do lugar comum. Pensar fora da caixa costuma incomodar e tudo que não é convencional sofre resistência.  Não é um trabalho fácil  o que fazemos.  Somos “caçadores de  boas práticas”,  diz  Marilena Lavorato, idealizadora do Programa.

lupa

Neste período de 12 anos, o Programa Benchmarking selecionou e compartilhou 311 boas práticas de sustentabilidade. Uma média de 26 boas práticas por ano. São cases que foram certificados como “Benchmarking” pela qualidade técnica gerencial de seus métodos de desenvolvimento e implementação. Foram certificados porque atingiram índice técnico na avaliação de especialistas de vários países, que pontuaram os quesitos destes cases sem ter acesso ao nome da organização.  Estes cases foram compartilhados em publicações especializadas impressas e digitais (livros e revistas), portais, banco digital, seminários e encontros técnicos. 172 organizações tiveram cases certificados pelo Programa Benchmarking.

Benchmarking é uma metodologia de aprimoramento contínuo que se baseia no aprendizado compartilhado das melhores práticas em determinada área  do conhecimento corporativo. E a gestão do conhecimento somado a troca de experiencias nem sempre fazem parte da cultura das empresas. Ha predisposição para informar resultados (indicadores) em relatórios de sustentabilidade, mas há resistência para compartilhar “modus operandi” relatando os processos e as práticas adotadas para se chegar a estes resultados. E isto faz toda a diferença quando se trata de públicos especializados e formadores de opinião que são críticos por natureza, afirma  Marilena Lavorato.

sustainable-measures1-980x600

Estes fatos impactam a captação de boas práticas.  A falta de hábito em descrever métodos, fases,  participação e continuidade de cada case compromete o score que determinada prática consegue na avaliação da comissão técnica do Programa Benchmarking. O gestor tem todas as informações do case, mas quando não coloca no papel (ele ou quem ele determinar) de forma estruturada acaba perdendo a riqueza de detalhes que o case  certamente tem, e isto compromete o score final na avaliação do Programa, diz Gustavo Trentim Prado, engenheiro ambiental e um dos “caçadores de boas práticas” do programa Benchmarking.

O programa Benchmarking apresentará a lista de cases (em ordem alfabética) que serão certificados e selecionados para integrar o Ranking 2015 dos detentores das melhores  práticas socioambientais do país no final de maio. Já a classificação no Ranking somente será conhecida no Dia Benchmarking, Compartilhar para Crescer, em 02 de Julho, na solenidade dos Legítimos da Sustentabilidade 2015.

Sobre o programa Benchmarking Brasil: 

louroverde2015_p

Em 12 edições já realizadas, o Programa Benchmarking Brasil se consolidou como um dos mais respeitados Selos de Sustentabilidade do país. Com uma metodologia estruturada, reconhecida pela ABNT,  e participação de especialistas de vários países, o Ranking Benchmarking define e reconhece os detentores das melhores práticas de sustentabilidade do Brasil. O programa, além do Ranking congrega outras ações de fomento a sustentabilidade como publicações, banco digital de livre acesso, encontros técnicos, feiras e congressos, entre outros. Além de incentivar a busca da melhoria contínua e a adoção das boas práticas nas organizações, o Programa Benchmarking Brasil contribuiu ao longo destes 12 anos de forma efetiva com a construção de massa crítica em sustentabilidade no país. Em 2013, Benchmarking Brasil foi o grande vencedor (1º colocado) na categoria Humanidades do Prêmio von Martius de Sustentabilidade da Câmara de Comércio Brasil Alemanha.

São Paulo, 27 de abril de 2015

Assessoria de Imprensa
benchmarkingbrasil.com.br
(11) 3257-9660/  3729-9005