Modalidades do Programa Benchmarking

Logo_fotografia_slogan_pA principal motivação do Programa Benchmarking Brasil sempre foi trabalhar com Exemplos que educam e Práticas que transformam. O Programa, desde 2003 seleciona, certifica, reconhece e compartilha as melhores práticas socioambientais do país para difundir e incentivar a adoção das boas práticas nas organizações e sociedade.  Quando completou 10 anos de existência (2012), o Programa decidiu ampliar seu campo de atuação e adaptou sua metodologia para outras situações e públicos. E desde então, novas modalidades se realizam dentro do Programa Benchmarking Brasil.  Confira todas as modalidades deste movimento de difusão e incentivo a adoção das boas práticas nas organizações e sociedade.

louro_dourado_generico_bb_MAISCULA_PPrograma Benchmarking Brasil

Um Programa Out of The Box. Benchmarking Brasil realizou sua 1a edição em 2003 e pela seriedade e formato inovador tornou-se um dos mais respeitados Selos de Sustentabilidade do País.  Hoje com 1 modalidade âncora e 5 modalidades paralelas é o mais legítimo dos movimentos de sustentabilidade pela pluralidade de vozes que congrega. Empresas, Universidades, Escolas Técnicas Profissionalizantes, Órgãos e entidades representativas e governamentais, Artistas, Personalidades, e mídia especializada fazem parte da iniciativa que está em sua 14a edição.  Em 2013, o Programa foi o grande vencedor (1o colocado) na categoria Humanidades do Prêmio von Martius de Sustentabilidade da Câmara Brasil Alemanha. É considerado a fotografia  da gestão socioambiental brasileira registrando seu nível de maturidade e evolução em sustentabilidade. 

Modalidade Âncora

Modalidade_Senior_site_2_pSustentabilidade como uma nova fronteira de inovação. Benchmarking Brasil Senior é a modalidade âncora do Programa que desde 2003 reconhece, certifica e compartilha as melhores práticas socioambientais das empresas e instituições brasileiras.  Com metodologia própria reconhecida pela ABNT, já certificou 356 práticas,  de 187 instituições de 26 diferentes ramos de atividades.  É inteligência coletiva em sustentabilidade com a participação de aproximadamente 200 especialistas de 21 países na Comissão técnica; com o maior banco de práticas de sustentabilidade de livre acesso da internet;  com 3 livros publicados, 12 revistas e mais de 70 encontros técnicos realizados (mini audiências públicas).   Conheça Benchmarking Brasil em números AQUI

Modalidades Paralelas

logo_V1O Futuro já chegou. Benchmarking Junior foi criado em 2012, quando o Programa completou 10 anos de existência com a finalidade de incluir os jovens neste importante diálogo da sustentabilidade. Em parceria com escolas técnicas profissionalizantes, Benchmarking Junior reconhece e divulga os jovens talentos das inovações verdes, selecionando e apresentando os melhores projetos de sustentabilidade de seus alunos. Saiba Mais, AQUI

Bench_pessoas_legendaPessoas que transformam realidades com suas trajetórias de vida.  Benchmarking Pessoas reconhece o ativismo de resultados e trajetórias de pessoas que deixam um legado para as gerações futuras, prestando homenagem aqueles que nos inspiram com seus atos e exemplos de vida. Teve uma edição especial em 2007, e voltou a ser realizado de forma consecutiva em 2012 quando o Programa Benchmarking completou 10 anos de existência. Benchmarking Pessoas presta uma homenagem aqueles que nos inspiram com seus atos e exemplos de vida.  Neste período foram homenageados personalidades engajadas com as boas práticas socioambientais: Paulo Nogueira Neto, Christiane Torloni, Consuelo Yoshida, Familia Schurmann, Cristian Dimitrius, Tato vocalista da Banda Fala Mansa, e Rolando Boldrin, o Sr. Brasil. Saiba mais, AQUI

logo_bench_artesA conexão da arte com a sustentabilidade. Em 2012 tivemos o marco zero da conexão da arte com a sustentabilidade que deu origem no ano seguinte ao Bench das Artes.  A 10a edição do Programa  foi realizada no MASP em São Paulo e abrigou a mostra “Arte que revoluciona, Práticas que transformam” que fez um paralelo entre os movimentos modernista e ambientalista. O artista plástico Thiago Costackz foi convidado para fazer uma releitura das obras de Tarsila do Amaral com esta proposta, e as obras hoje pertencem ao projeto Cultura de Sustentabilidade. Em 2013 foi lançado a 1a edição do Benchmarking das Artes para reconhecer e divulgar o trabalho de artistas que trabalham a sustentabilidade em suas obras, quer seja de forma ativista, empreendedora, educadora ou apenas como forma de expressão. A metodologia de escolha segue a cartilha “Benchmarking” com quesitos a serem pontuados por Juri Técnico, e as obras selecionadas após serem expostas no evento Benchmarking Brasil são doadas ao Museu do Parque Ecológico Tietê fazendo parte do acervo permanente do local aberto a visitação pública. Saiba  mais, AQUI

logo_inicial_PNovas tecnologias que ajudam a construir uma nova consciência e cultura. Em 2015 lançamos Hackathon MAIS de sustentabilidade para inclusão do público jovem no grande diálogo da sustentabilidade.  Jovens designers e programadores  urbanos regularmente matriculados em uma das instituições parceiras e apoiadoras da iniciativa participam da maratona de hackers para promover o desenvolvimento de projetos que visem a transparência de informações públicas por meio de tecnologias digitais. A organização do Hackathon MAIS  da sustentabilidade é feita pelo Programa BenchMarking Brasil em parceria com o Instituto Mais, e o apoio de organizações parceiras conforme Acordo de Cooperação firmado entre as partes. Em 2016, os participantes da Hackathon MAIS deverão desenvolveram propostas de aplicativos de Boas Práticas de Sustentabilidade na área do “Descarte Consciente“. As propostas apresentadas devem visar à disseminação de informações educacionais a fim de promover a mobilização da sociedade com foco nas boas práticas de sustentabilidade.  Saiba Mais, AQUI

Bench_Indicadores_legenda_rodape_pO que não é medido não é gerenciado (Robert Kaplan e David Norton – autores da metodologia BSC Balanced Scorecard). Os indicadores de sustentabilidade servem para medir a evolução das melhorias geradas com as boas práticas. A partir de 2016, o Programa Benchmarking Brasil conta com uma nova modalidade para reconhecer e incentivar a adoção de indicadores de sustentabilidade nos cases Benchmarking. Todo processo de crescimento passa  pelo aperfeiçoamento do seu modelo de gestão, e,  dentro deste contexto os indicadores são fundamentais.  A sustentabilidade está sendo tratada por organizações inteligentes como uma nova fronteira de inovação, e os cases Benchmarking estão aí para comprovar esta tendência.  Benchmarking Indicadores é a nova modalidade do Programa que vai comprovar esta realidade. Saiba mais AQUI