Mostre suas boas práticas e eu direi quem tu és

Em momentos de crise, as práticas determinam os vencedores. Vencer ou morrer, eis a questão!

Igualmente a uma pessoa que passa por momentos em que precisa mostrar seu vigor físico e emocional para superar crises ocasionadas seja lá por que motivo for: doenças, acidentes, etc. as organizações também passam por tais situações. O histórico de suas práticas será decisivo para superação e sobrevivência, tanto no contexto da Pessoa Física quanto na Jurídica.

Igualmente a uma pessoa com histórico de práticas saudáveis, e portanto com maiores chances de sobrevivência, é a organização com suas boas práticas.

Para se ter um organismo saudável, além da genética, o estilo de vida é essencial. Boa alimentação, equilíbrio emocional, atividades físicas, exames de rotina, etc. etc. etc. Com a organização é a mesma coisa. Para se ter um empreendimento bem sucedido é necessário um conjunto de práticas de excelência em seu modelo de gestão.

Na organização, entendo por carga genética, seus valores (que a conceberam e norteiam suas escolhas – a cultura), e por estilo de vida, suas práticas (modelos gerenciais que determinarão a competitividade). Tanto em um como em outro caso, as práticas serão decisivas para superação e crescimento.

Nem todos são campeões. Mas quem venceu treinou duro todos os dias

Nem todos são campeões. Mas quem venceu treinou duro todos os dias para superar suas limitações, fortalecer seus pontos fracos, e potencializar seus pontos fortes. Assim também é com uma organização. A cada dia um novo desafio, onde a excelência tem que estar presente. E serão as suas práticas que farão a diferença na linha do tempo, e em especial, nos momentos de crise. A isto, chamamos de gestão. Quanto mais sustentáveis forem as práticas, maiores as chances de sobrevivência, conquista e crescimento. Ou seja, de se tornar um vencedor.

Práticas sustentáveis. Preste atenção nestas duas palavras

Práticas sustentáveis. Preste atenção nestas duas palavras. Se for apenas retórica não será prática. E se não tiver excelência, não será sustentável. Portanto, nada superficial. Quanto juntam estas duas palavras, não é tão simples quanto possa parecer.  Nada de receitas prontas, ou de situações pontuais. É mais que inspiração, é processo. É mais que um fato isolado, é rotina. Em se tratando de organização, é mais que uma boa história, é o seu histórico.

Quando se fala de sustentabilidade, muitas organizações se auto certificam. Mas, este processo precisa de comparações, de transparência, de didática, de compartilhamento. As práticas são essenciais para transformação.  Não se torna campeão (pessoas ou organizações) sem boas práticas. E nem sustentável sem a excelência destas boas práticas. Mostre suas práticas e eu direi quem tu és, e quais suas chances de vencer ou perecer, pessoa ou corporação.

BENCHMARKING – UM PROGRAMA DE VALORIZAÇÃO DA EXCELÊNCIA DAS BOAS PRÁTICAS NAS ORGANIZAÇÕES

O Programa Benchmarking realizou sua 1ª edição em 2003 e pela seriedade e formato inovador tornou-se um dos mais respeitados Selos de Sustentabilidade do País. Hoje com 1 modalidade âncora (Senior) e 4 modalidades paralelas (Junior, Hackathon, Artes e Pessoas) é o mais legítimo dos movimentos de sustentabilidade pela pluralidade de vozes que congrega. Empresas, Universidades, Escolas Técnicas Profissionalizantes, Órgãos e entidades representativas e governamentais, Artistas, Personalidades, e mídia especializada fazem parte da iniciativa que completou 15 anos. A metodologia de seleção e certificação do Programa Benchmarking tem o reconhecimento da ABNT. Em 2013, Benchmarking Brasil foi o grande vencedor (1° colocado) na categoria Humanidades do Prêmio von Martius de Sustentabilidade da Câmara Brasil Alemanha.  O Programa Benchmarking incluiu os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) na metodologia de seleção dos cases de sustentabilidade, e registrou metas e compromissos na plataforma SDG (Sustainable Development Goals) da Agenda 2030 da ONU.  Veja em:  https://sustainabledevelopment.un.org/partnership/?p=22525 

O Programa Benchmarking é considerado a fotografia da gestão socioambiental brasileira registrando seu nível de maturidade e evolução em sustentabilidade. Já certificou 373 práticas de 192 instituições de 27 diferentes ramos de atividades. Com mais de 200 especialistas de 23 diferentes países participando da comissão técnica, o programa se tornou uma plataforma de inteligência coletiva em sustentabilidade que trabalha com diferentes públicos para fortalecer o movimento das boas práticas junto a sociedade brasileira. Todo este conhecimento produzido pelos especialistas atuantes em sustentabilidade são compartilhados em publicações especializadas e eventos técnicos. Além do Banco Digital de boas práticas disponível na internet com grande visitação, eventos presenciais com transmissão pela internet (Fóruns de Sustentabilidade)são realizados. Já foram publicados 3 volumes da série BenchMais (livros) e veiculados 13 edições da Revista Benchmarking nas versões eletrônica e impressa. As publicações são distribuídas gratuitamente para público atuante e interessado nesta temática.

A XV edição do Programa Benchmarking Brasil contou com importantes apoios: Apoio Institucional: TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região), e IAPMEI – Parcerias para o crescimento do Ministério de Economia do Governo de Portugal. Apoio Divulgação: Envolverde, Pensamento Verde, Ciclo Vivo, Acionista, RSOPT (Rede de Responsabilidade Social das Organizações de Portugal), Revista Meio Ambiente Industrial e Revista Filantropia. Apoio Acadêmico: Escolas Profissionalizantes Centro Paula Souza, IFSP e Senai SP, e, Universidades Anhembi Morumbi, Uninove e Mackenzie. O XV Bench Day, se realizou nos dias 29 e 30 de junho de 2017 no Hall Nobre e auditório do Tribunal Regional Federal da 3a Região – Av. Paulista, 1842 – 25o andar, em São Paulo/SP. As inscrições dos cases para certificação Benchmarking ocorrem anualmente no período de 24 de janeiro a 31 de março pelo site.

Links recomendados:

Metodologia: http://benchmarkingbrasil.com.br/metodologia-inovadora/  ODS: http://benchmarkingbrasil.com.br/as-boas-praticas-e-os-ods/ Comissão Técnica: http://benchmarkingbrasil.com.br/comissao-tecnica-geral/ Linha de Tempo: http://benchmarkingbrasil.com.br/linha-do-tempo-2/ Sou Benchmarking: http://benchmarkingbrasil.com.br/galeria-de-videos-benchmarking/

São Paulo, 23 de Janeiro de 2018

Programa Benchmarking Brasil

Inteligência Coletiva em Sustentabilidade  

www.benchmarkingbrasil.com.br