Sustentabilidade – Presente e futuro

O termo sustentabilidade traz no seu DNA o futuro. Trabalha-se para não comprometer o futuro das próximas gerações, o futuro dos recursos naturais, o futuro da segurança social e econômica, o futuro do futuro.  E, o nosso futuro comum sempre será resultado das nossas práticas presentes.

Talvez por isto, a sustentabilidade tenha muitos simpatizantes e poucos praticantes.  Todos sonham com um futuro melhor, mas poucos conseguem realiza-lo com o êxito que se espera. Entre a intenção e a realização há uma grande distância, e como diz o ditado, de boa intenção o inferno está cheio.

A regra do mercado é lógica e implacável para com seus “Players”, e esteja certo, inclui a variável socioambiental. Poucos ainda se deram conta disto. Pensam e agem da mesma forma de décadas atrás. Argumentam que se deu certo até agora, dará certo daqui para frente. Mas a fila anda, o tempo muda e as lideranças se alternam. O mercado não é estático, e a inovação sempre conta.

EMPRESAS INTELIGENTES TRATAM A SUSTENTABILIDADE COMO UMA NOVA FRONTEIRA DE INOVAÇÃO

Mas nem tudo está perdido, e as empresas inteligentes estão tratando a sustentabilidade como uma nova fronteira de inovação.  Ganham dinheiro e geram valor a sociedade. Provam que sustentabilidade e competitividade não são excludentes, pelo contrário, são complementares. Hoje, mesmo com a crise que vive o país, estas empresas não sacrificam investimentos nesta área porque já conhecem seus benefícios, e sabem que a sustentabilidade quando bem gerida dá bons resultados.backdrop_bench_inova

Mas é necessário dizer as organizações imediatistas que abortam seus projetos e desativam áreas que a sustentabilidade não traz resultados imediatos. Que não esperem por milagres ou mágicas. O resultado virá, mas no seu devido tempo (cada projeto tem seu tempo de maturação e retorno). As empresas que hoje colhem frutos nesta área, investiram em corpo técnico e novas tecnologias nos últimos anos. Aprenderam que a sustentabilidade é um bom negócio visto sob a ótica da inovação e melhoria contínua. Melhoraram seus indicadores na área da energia, dos recursos hídricos, dos resíduos, das emissões, da comunicação socioambiental, entre outros.  E isto significa, se tornaram mais competitivas e ganharam mais.

O Programa Benchmarking Brasil nos seus quase 15 anos de atuação, certificou mais de 300 práticas sustentáveis em 10 áreas gerenciais. Hoje possui o maior banco digital de práticas certificadas do país, disponível na internet. Neste período mais de 180 organizações tiveram cases Benchmarking, o que prova que a sustentabilidade é um bom negócio para quem a trata como uma nova fronteira de inovação e aposta nas boas práticas para ter assegurado sua competitividade.

Sobre o Programa Benchmarking Brasil:

Bench_louro_verde_2016_pO Programa Benchmarking se consolidou como um dos mais respeitados Selos de Sustentabilidade do país. Com metodologia própria reconhecida pela ABNT, reconhece, certifica e compartilha as melhores práticas socioambientais das instituições brasileiras. Já certificou 339 práticas,  de 182 instituições de 26 diferentes ramos de atividades. Com aproximadamente 200 especialistas de mais de 22 diferentes países participando da comissão técnica, o programa se tornou uma plataforma da inteligência coletiva em sustentabilidade. Hoje, a iniciativa conta com 1 modalidade âncora (Benchmarking Senior) e 5 modalidades paralelas (Benchmarking Junior, Benchmarking Indicadores, Benchmarking Artes, Benchmarking Pessoas, e Hackathon da Sustentabilidade). Além das organizações, trabalha também com outros públicos para fortalecer o movimento das boas práticas junto a sociedade brasileira.

Todo este conhecimento aplicado produzido pelos especialistas atuantes em sustentabilidade são compartilhados em publicações especializadas e eventos técnicos. Além do Banco Digital de práticas disponível na internet, são 03 livros publicados e mais de 60 encontros técnicos realizados, além de 11 edições da Revista Benchmarking.

Em 2013, o Programa foi o grande vencedor, 1o colocado, na categoria Humanidades do Prêmio von Martius de Sustentabilidade da Câmara Brasil Alemanha. Em 13 edições já realizadas construiu e detém o maior banco de boas práticas socioambientais certificadas e com livre acesso do país. É considerado a fotografia da gestão socioambiental brasileira registrando seu nível de maturidade e evolução em sustentabilidade.

A XIV edição do Programa Benchmarking Brasil conta com o apoio institucional do TRF3 (Tribunal Regional Federal da 3ª Região) e do IAPMEI – Parcerias para o crescimento do ministério de economia do governo de Portugal, e com o apoio de divulgação de diversos portais especializados em sustentabilidade, e também mantém parceria com as escolas profissionalizantes Centro Paula Souza, IFSP e Senai SP,  e com as universidades Anhembi Morumbi, Uninove e Mackenzie nas modalidades Benchmarking Junior e Hackathon MAIS, respectivamente. O XIV Bench Day para apresentar o Ranking Benchmarking dos legítimos da sustentabilidade em 2016 será conhecido nos dias 29 e 30 de junho no Hall Nobre do Tribunal Regional da 3a Região – Av. Paulista, 1842 – 25o andar, em São Paulo/SP.

 

São Paulo, 11 de Maio de 2016
Assessoria de Imprensa
(11) 3257-9660/  3729-9005
benchmarkingbrasil.com.br