A natureza tem suas próprias leis – Dia mundial do meio ambiente

A natureza não faz nada em vão (Aristóteles). Hoje no dia mundial do meio ambiente resgato esta frase de Aristóteles para refletir sobre a relação do homem com o seu meio. Somos uma das 8,7 milhões de espécies (Revista PLoS Biology, 2011) que habitam o planeta terra.

Não somos a espécie mais velha, nem a mais resistente, mas interferimos mais do que todas as outras no sistema natural.

Sob o olhar da ciência, estamos no topo da pirâmide intelectual e dominante, e sob o olhar da religião, somos filhos de Deus. Não há espécie mais poderosa. Mas quando olhamos para nossas bússolas internas, quer sejam elas movidas pela inteligência ou pela crença, descobrimos quão frágil somos e quão dependentes somos de um sistema ainda não totalmente desvendado e controlado. É falsa a ideia de que temos poder sobre o meio ambiente natural e que não dependemos do seu equilíbrio para a garantia da sobrevivência das espécies, inclusa a toda poderosa espécie humana. A natureza tem suas próprias leis, e sempre manda a conta. A geração seguinte sempre para a conta da anterior, ou seu inverso, usufrui do seu legado.

A ciência alerta sobre os impactos das atividades humanas no planeta, e a crença diz que embora sejamos filhos de Deus não temos sua autorização para acabar com tudo.

É triste pensar que a natureza fala e que o gênero humano não a ouve (Victor Hugo)

Embora sentimos na pele os abusos das gerações passadas, não temos como cobrar daqueles que já se foram. Mas podemos mudar nosso pensamento a respeito da nossa passagem por este planeta e não punir as próximas gerações pelas más práticas de estilos de vidas depredadores. Não é lógico (nem moral) a perpetuação de gerações vorazes e egoístas que não se importam com a conta que deixam. Temos que mudar nossas práticas e de forma irreversível, pelo amor, ou pela dor. A escolha é minha, mas também sua.

Comecei com Aristóteles e termino com Chico Xavier: “Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim” . Não apenas hoje, mas todos os dias se confirma a supremacia do meio ambiente natural. Quem tem olhos de ver que veja, e quem tem ouvidos de ouvir que ouça.

Benchmarking Brasil: Um programa de valorização das boas práticas

Um respeitado Programa de Sustentabilidade que reconhece, certifica e compartilha cases de boas práticas há mais de uma década. Até a edição anterior, 373 cases foram certificados e compartilhados em publicações (livros, revistas, portais e bancos digitais) e eventos (encontros, seminários, fóruns e congressos). Os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) estão inclusos na metodologia de seleção dos cases de sustentabilidade, e as metas e compromissos do Programa estão na plataforma SDG (Sustainable Development Goals) da Agenda 2030 da ONU. Veja em https://sustainabledevelopment.un.org/partnership/?p=22525 

 

São Paulo, 05 de Junho de 2018

Marilena Lino A. Lavorato
Programa Benchmarking Brasil
www.benchmarkingbrasil.com.br