Programa Benchmarking

PROGRAMA BENCHMARKING BRASIL  – ANO 17

O Programa se consolidou como um dos mais respeitados Selos de Sustentabilidade do país que  reconhece, certifica e compartilha as melhores práticas socioambientais das instituições brasileiras. Com metodologia própria reconhecida pela ABNT, já certificou 388 práticas pertencentes  a 200 instituições de 28 diferentes ramos de atividades. Até 2018, foram 218 especialistas de 25 diferentes países que participaram da banca avaliadora (comissão técnica – CT) selecionou e certificou os cases Benchmarking. Isto apenas na modalidade Senior que é voltada as organizações dos 3 setores da economia. As demais modalidades do Programa apresentam resultados de forma individualizada, e para conhecê-las clique AQUI

Como resultado o programa disponibiliza uma plataforma de inteligência coletiva em sustentabilidade com Banco Digital, Vídeos, Revistas e Livros com livre acesso na internet, além dos fóruns de sustentabilidade presenciais. Em 2013, o Programa Benchmarking foi o grande vencedor (1o colocado) na categoria Humanidades do Prêmio von Martius de Sustentabilidade da Câmara Brasil Alemanha.

Em 2017, o Programa Benchmarking incluiu os ODS (Objetivos do Desenvolvimento Sustentável) na metodologia de seleção dos Cases e Projetos, e cumpre uma intensa agenda para compartilhar e fomentar práticas alinhadas aos ODS. Também registrou suas metas e compromissos na plataforma Parcerias para SDGs (Sustainable Development Goals) das Nações Unidas.  Veja conteúdo detalhado  AQUI

Logo_fotografia_slogan_pEm 16 edições realizadas, o programa reuniu a massa critica da sustentabilidade com participações de especialistas de diferentes países, universidades, escolas técnicas, ativistas e articulistas, além dos gestores e profissionais que trabalham pelo desenvolvimento sustentável. O programa é uma potente ferramenta de desenvolvimento na medida em que incentiva a transparência das relações corporativas que compartilham suas práticas, assim como, acelera o aprimoramento técnico dos que trabalham na área socioambiental.  Sob o aspecto de indicadores é considerado a fotografia da gestão socioambiental brasileira registrando seu nível de maturidade e evolução em práticas de sustentabilidade.  E pelo rico acervo construído se tornou uma potente plataforma de inteligência coletiva em sustentabilidade. Conheça Benchmarking Brasil em números AQUI

Modalidades Paralelas:


logo_program_pAlém da modalidade âncora (Senior) que deu origem ao Programa, a partir de 2012 quando completou 10 anos de existência, foram criadas modalidades paralelas para dar mais abrangência e legitimidade a iniciativa incluindo novas vozes neste grande diálogo da sustentabilidade. Foram lançados as modalidades Benchmarking Junior (Jovens talentos das inovações verdes), Benchmarking Pessoas (Personalidades com trajetórias e legados em prol da sustentabilidade), e Benchmarking das Artes (Artistas Plásticos e Artesãos que trabalham a sustentabilidade em suas obras). Em 2015 foi criado mais uma modalidade –  Hackathon Mais  (jovens designers e programadores que desenvolvem aplicativos de sustentabilidade).  Em 2016, mais uma nova modalidade foi criada para acelerar o desenvolvimento técnico dos profissionais da sustentabilidade – Benchmarking Indicadores.  Todas as modalidades paralelas continuam, com exceção de Benchmarking Indicadores que não se realizou apenas em 2016 e não teve quórum suficiente para dar prosseguimento nos próximos anos.  Com 5 modalidade ativas (Senior, Junior, Hackathon, Artes e Pessoas), o programa se destaca pela pluralidade de abordagens e a adesão de novos públicos. E segue seu caminho de construção de uma nova consciência e cultura, a “Cultura de Sustentabilidade” em nosso país. Saiba mais, AQUI