Resumo e trajetoria

BENCH_SENIOR_GRUPO_CANTONEIRABenchmarking Brasil em Números

Para ver a linha do tempo, clique AQUI

O Programa Benchmarking Brasil se consolidou como um dos mais respeitados Selos de Sustentabilidade do país que certifica, reconhece e compartilha as melhores práticas socioambientais das instituições brasileiras. Em 2013, o Programa foi o grande vencedor da categoria Humanidades do Prêmio von Martius de Sustentabilidade a Câmara Brasil Alemanha.

trofeu_diploma_vonmartius

Em 14 edições já realizadas, certificou 356 melhores práticas, uma média de 25 ao ano. Neste período, construiu e detém o maior banco de práticas de sustentabilidade de livre acesso do País. Esta práticas são publicadas em livros, revistas, guias e no Banco Digital, servindo de pesquisa e fonte de consulta para especialistas e profissionais, pesquisadores acadêmicas, estudantes e demais interessados. Além de ser um rico acervo (3 livros, e 12 edições revistas publicadas, e,  mais de 70 encontros técnicos realizados) a disposição da sociedade, é também um canal de comunicação que disponibiliza o “modus operandi” de grandes empresas nesta importante área gerencial. Desta forma, contribuí para transparência das relações empresariais com as comunidades interessadas, como se fosse um relatório didático das ações de responsabilidade socioambiental das organizações que submetaram  a avaliação de especialistas e tiveram certificadas suas boas práticas.

trofeu_livro_EDITComissão Técnica Multidisciplinar e com especialistas de vários países

Mas para ser certificada, a empresa deve se inscrever e ser avaliada por uma comissão técnica multidisciplinar composta por especialistas de vários países que avaliam as práticas sem ter acesso ao nome da organização. As empresas que concorrem ao Ranking Benchmarking Brasil também assinam termo de compromisso relativo a sua participação e autorização de publicação da prática inscrita, entre outros quesitos que se declara apta a cumprir. Somente depois desta fase é que sua prática é avaliada pela Comissão técnica. Existe também um acordo de confidencialidade, onde as empresas não aprovadas são mantidas em absoluta sigilo e desconhecimento, inclusive da Comissão Técnica, que pela metodologia não tem acesso ao nome da organização no processo de avaliação. Neste período, participaram da Comissão Técnica Benchmarking Brasil 191 especialistas de 21 diferentes países. Para ver a Comissão Técnica Geral do período, clique Aqui

Benchmarking Brasil contribuí com a transparência das relações empresariais com suas comunidades

Até o momento, 187 empresas de 26 diferentes ramos de atividades tiveram suas práticas certificadas e foram reconhecidas como detentoras das melhores práticas de sustentabilidade em uma das 10 categorias gerenciais: arranjos produtivos; educação e comunicação socioambiental; energia; emissões; ferramentas e políticas de gestão; manejo e reflorestamento; pesquisa e desenvolvimento novos produtos; proteção e conservação; recursos hídricos; e resíduos. Suas práticas com os devidos créditos foram publicadas e apresentadas em livros, revistas e encontros técnicos, além de disponíveis no maior banco digital de boas práticas socioambientais certificadas e com livre acesso do país, proporcionando assim acesso didático e transparente ao modus operandi em sustentabilidade destas organizações. Para ver o relatório consolidado do período, clique AQUI ou na capa ao lado

Benchmarking Brasil inspira empresas e pessoas na busca das melhores práticas

Bench_jr_cantoneira

O Programa Benchmarking Brasil é uma iniciativa de fomento as boas práticas de sustentabilidade, que trabalha de forma integrada a certificação, comunicação e reconhecimento.  Trabalha com as modalidades Senior e Indicadores (empresas e instituições), Junior (escolas técnicas profissionalizantes), Hackathon MAIS (universidades), Artes  (artistas e artesãos) e Pessoas (personalidades). Benchmarking Brasil não recebe patrocínio, mas conta com apoio logístico institucional e de divulgação para sua realização, além da participação espontânea das organizações e especialistas. 

São Paulo, 18 de Julho de 2016
imprensa@institutomais.org


louro_generico_dourado_home

Em 14 edições já realizadas o Programa Benchmarking Brasil se consolidou como um dos mais respeitados Selos de Sustentabilidade do país que certifica, reconhece e compartilha as melhores práticas socioambientais das instituições brasileiras. Com uma metodologia estruturada e participação de especialistas de vários países, o Ranking Benchmarking define e reconhece os detentores das melhores práticas. Ao longo destes 14 anos, Benchmarking Brasil incentivou a busca da melhoria contínua e a adoção das melhores práticas nas organizações, contribuindo assim com a construção de massa crítica em sustentabilidade no país. Em 2013, o Programa foi o grande vencedor da categoria Humanidades do Prêmio von Martius de Sustentabilidade da Câmara Brasil Alemanha.

Mais de 180 empresas já passsaram pelo crivo Benchmarking Brasil e tiveram suas práticas compartilhadas em publicações, eventos e banco digital de livre acesso, aliás o maior do Brasil com 356 práticas organizadas em 10 diferentes categorias gerenciais. Com metodologia própria construida por mais de 191 especialistas de 21 diferentes países, o Programa Benchmarking Brasil seleciona, reconhece e certifica as melhores práticas de sustentabilidade do país.

metodologia de seleção e definição do Ranking Benchmarking Brasil começa pela formação de uma comissão técnica multidisciplinar composta por especialistas de vários países que avaliam a prática inscrita sem ter acesso  ao nome da organização para assegurar total imparcialidade, precisão e credibilidade do resultado. O Programa não pode receber patrocínio pelo mesmo motivo, mas conta com apoio logístico institucional e de divulgação para sua realização. Para ler e baixar Benchmarking Brasil em números, clique Aqui 


Trajetória 

Apoio: No período 2003 a 2016 contou com a participação de 191 especialistas de 21 diferentes países na comissão técnica e apoio de expressivas instituições representativas como a FIESP, FIEMG, FIESC (IEL), FNQ, Sebrae SP, TRF – Tribunal Regional Federal da 3a Região, Instituto Brasil Pnuma, Câmaras de Comercio: Alemã, Francesa, Espanhola, Argentina, Britânica, e apoios internacionais: IAPMEI (Ministério de Economia e Inovação de Portugal), UNEP (United Nations Environment Programme -Nairobi, Quenia) e Agency Holaverde (Alemanha). Veja lista Apoiadores atuais Aqui

Participação de grandes empresas: O Programa Benchmarking Brasil recebeu mais de 800 inscrições e certificou 356 práticas de 187 empresas localizadas nas 5 regiões do país. A maioria delas, grandes corporações. Isto ocorre porque conhecimento e expertise demandam corpo técnico especializado, o que significa investimento em capital intelectual e estruturas tecnológicas. Mas também temos pequenas e médias empresas, além de ONGs comprovando que com criatividade e talento é possível viabilizar grandes projetos e inovar. Veja as Empresas Benchmarking Aqui

Abrangência: O Programa Benchmarking Brasil é uma das mais abrangentes iniciativas de fomento a sustentabilidade.  Congrega participantes dos 03 setores da economia pertencentes a 26 diferentes ramos de atividade, sendo que Energia, Alimentos/Bebidas e Mineração são os ramos que mais contribuíram com práticas de excelência, sendo 43, 34 e 32 cada. Já as categorias gerenciais que tiveram mais práticas certificadas foram: Educação, comunicação e informação socioambiental; e Ferramentas e Políticas de Gestão, com 105 e 61  respectivamente. Isto confirma uma preferência por conscientização e estratégia para investimentos em projetos de sustentabilidade. Veja Banco Digital de Práticas Aqui

Inovação Contínua: A partir de 2007, o Programa lançou e distribuiu gratuitamente 03 publicações: BenchMais (série com 03 volumes BenchMais 1, 2 e 3), Guia de Boas Práticas Socioambientais (03 volumes), e a Revista Benchmarking (12 edições). São conteúdos avançados assinados por articulistas renomados e participação de personalidades: Dr. Paulo Nogueira Neto, primeiro ministro de meio ambiente do país, Izabella Teixeira, nossa atual ministra do meio ambiente, e Lester Brown, autor internacional que há mais de 20 anos escreve sobre economia verde.  Em 2012, em comemoração aos 10 anos de existência,  lançou novas modalidades Benchmarking Junior para incentivar os jovens talentos das inovações verdes em parceria com as escolas técnicas de São Paulo, e o Ranking da Década Benchmarking para reconhecer a constância de empresas comprometidas com as boas práticas socioambientais. Também lançou Benchmarking das Artes com o Projeto “Cultura de Sustentabilidade” fazendo a conexão da arte com a sustentabilidade, e Benchmarking Pessoas para homenagear personalidades que promovem transformação social.Em 2015 e 2016 lançou 2 novas modalidades: Hackathon Mais para jovens programadores e Benchmarking Indicadores para cases Benchmarking já certificados. 

Independência e Pluralidade: Benchmarking Brasil é uma iniciativa independente, plural e democrática que construiu o maior Banco Digital de Práticas de Sustentabilidade de livre acesso do país. Um rico acervo que serve de fonte de pesquisa e consulta para pesquisadores, gestores, estudantes e demais interessados na temática socioambiental. Os cases Benchmarking também são apresentados presencialmente, alimentando a grade técnica de inúmeros eventos corporativos do país, além de eventos próprios: FIBoPS Internacional, Regional e Técnica. A realização do Programa Benchmarking Brasil é da MAISPROJETOS com o apoio do Instituto MAIS. Veja depoimentos da comissão técnica Aqui

Cultura de Sustentabilidade: Além de incentivar a busca da melhoria contínua e a adoção das boas práticas nas empresas, o Programa contribuiu ao longo destes 10 anos de forma efetiva com a construção de massa crítica em sustentabilidade do país. Em 14 Bench Days realizados reuniu a massa crítica da sustentabilidade e compartilhou as melhores práticas das organizações brasileiras. 

Pesquisas e Numeros Benchmarking: O Programa Benchmarking Brasil surgiu a partir de uma pesquisa com empresas em 2002 e a partir daí foi sendo aperfeiçoado anualmente pelos especialistas que participam da comissão técnica. Para ver a pesquisa que deu origem ao Programa Benchmarking, clique Aqui. Para ver os gráficos Benchmarking, clique Aqui . Para ver o relatório consolidado no período, clique Aqui