Banco Digital Proteção e Conservação 1

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS
RESUMOS CASES BENCHMARKING

TEMÁTICA GERENCIAL

 PROTEÇÃO E CONSERVAÇÃO

 Paginas: 01  02  03  04  05  06  07

   

ArcelorMittal Tubarão
Título do Case:
 Recifes Artificiais Construídos à Base de Escória Siderúrgica Beneficiam o Ecossistema e a Comunidade de Pescadores do Litoral do Espírito Santo

Cidade: Serra 
Estado: 
ES 
Responsável:
 Eugenio Jose Agrizzi 

Cargo: Especialista em Meio Ambiente

 

Resumo: Para a implantação deste Programa foi proposta pelos pesquisadores do projeto a utilização de unidades recifais do tipo piramidal e tetrápoda, em conjuntos denominados sítios recifais. Foram utilizadas estruturas construídas em concreto, de pH tamponado, adaptadas às características oceanográficas e a biota da área de estudo. Com esses artefatos tecnológicos é possível criar ambientes artificiais semelhantes aos naturais para a atração de organismos marinhos. Foi feito monitoramento para acompanhar a conformação das placas, mesas e outros constituintes estruturais, e a formação biológica, avaliando a predominância e variedade dos organismos. A avaliação biológica consistia em análises mensais de duas placas por tratamento, realizadas em laboratório. As placas eram raspadas e o material pesado e, por fim, era realizado o cálculo da biomassa existente no substrato objeto de análise.Edição 2008 

 

ArcelorMittal Tubarão

Case: Biodiversidade através de Projetos e Resgate da Fauna e da Flora com Enriquecimento do Cinturão Verde

Cidade: Serra

Estado:ES 

Responsável: 

Cargo: Gerente de Meio Ambiente 

 

Resumo: As pesquisas e os estudos realizados na empresa têm contribuído para o aumento significativo da biodiversidade. Estes resultados demonstram que o enriquecimento desta biodiversidade está além da proteção e preservação ambiental, tem sido uma ferramenta de transformação e mudança de comportamento de empregados, parceiros e comunidade local que em épocas passadas ainda capturavam animais e parte da flora para o consumo e comercialização. Atualmente são verdadeiros agentes ambientais na proteção que coíbem fortemente estas ações, sendo um ponto de destaque nas ações ambientais desenvolvidas internamente e na circunvizinhança da empresa. Edição 2011


Alumar – Consórcio de Alumínio do Maranhão

Case: 10 Anos do Parque Ambiental Alumar  
Cidade: São Luís
Estado: Maranhão
Responsável: Domingos Campos Neto 
Cargo: Gerente de Meio Ambiente e Segurança do Trabalho

 

Resumo: Como conseqüência da política ambiental da empresa, foi inaugurado em 31 de julho de 1996, o PARQUE AMBIENTAL ALUMAR, trata-se de um espaço sócio-cultural, técnico-científico e educacional que tem por objetivos principais: preservar e conservar ambientes naturais; integrar a planta industrial como centro de produção e demonstração da capacidade da moderna da indústria no exercício contemporâneo do cuidado ambiental; favorecer o encontro do homem com a beleza, harmonia e equilíbrio expressos pelos ambientes naturais e propiciar o desenvolvimento de ações de Educação Ambiental direcionadas aos empregados e seus familiares, assim como à comunidade de São Luís, em especial ao público estudantil. Em uma área de aproximadamente 1800 ha ., composta por manguezais, matas de capoeiras, matas de várzea, brejos, o parque ambiental abriga uma enorme variedade aves, mamíferos, répteis e anfíbios, incluindo espécies ameaçadas de extinção. Em 1997, além do programa de visitação, surgiram os projetos de educação ambiental, onde são trabalhadas as questões ambientais, valorizando o estudo da fauna e flora da região, reciclagem e outros temas. Edição 2006

  

Alumar – Consórcio de Alumínio do Maranhão
Case
: Recuperação de Manguezal em Área Portuária 
Cidade: São Luís
Estado: MA
Responsável: Elisângela da S. M. Santos 
Cargo: Eng. de Controle Ambiental 

 

Resumo: Planejamento. Treinamentos. Aproveitamento das árvores suprimidas para estudos científicos sobre biomassa entre outros, Metodologia inovadora para redução de mortalidade de mudas e sucesso no plantio, Ações educativas com mais de 700 trabalhadores da empresa no Porto, com a diretoria (“ do teto ao chão” da fábrica), com comunidades habitantes do entorno e com autoridades e órgãos ambientais (IBAMA, Assembléia Legislativa). Reaproveitamento total do material vegetal do mangue para a cadeia alimentar, mitigando o impacto da perda das árvores;estudos e modelos geoquímicos, geotécnicos e oceanográficos; estabilização do talude com GEOWEB em área costeira, com variação de marés de 6,0 (seis) metros de altura, etc. Edição 2010

 

Paginas: 01  02  03  04  05  06  07