Banco Digital Ferramentas 1

BANCO DIGITAL DE BOAS PRÁTICAS SOCIOAMBIENTAIS
RESUMOS CASES BENCHMARKING

TEMÁTICA GERENCIAL
FERRAMENTAS E POLÍTICAS DE GESTÃO

Paginas: 01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14 

 

AGCO DO BRASIL Comércio e Indústria
Case: Gestão Corporativa de Meio Ambiente, Segurança e Saúde Ocupacional
Cidade:  Canoas
Estado: RS
Responsável: Liana Sampaio Goron 
Cargo: Assessora de Meio Ambiente

 

Resumo: Um fator relevante foi a diretriz traçada pela Diretoria da empresa no sentido da integração entre as unidades. No entanto isso não passaria de uma meta caso as equipes locais não comprassem esta idéia. Então pode-se dizer que o destaque deste trabalho foi o esforço da gestão e de cada uma das equipes das unidades em caminhar rumo a um mesmo objetivo, o que possibilitou que este trabalho se realizasse e fosse bem sucedido. Cabe salientar que no caso da AGCO estamos falando de unidades presentes em diferentes estados e regiões do Brasil. Algumas das fábricas eram empresas familiares e esta passagem para um grupo multinacional foi recebida de diferentes formas nas diferentes unidades. Culturalmente as equipes dos Setores de Meio Ambiente, Segurança e Saúde Ocupacional são formadas por um grupo bem diversificado, sendo que as raízes locais eram muito fortes. Gerenciar estes grupos, gerenciar os preconceitos naturais existentes, gerenciar esta diversidade de comportamentos sem desrespeitá-los certamente foi, e ainda é, o maior dos desafios diários a ser superado em prol de um bom desempenho na execução das tarefas traçadas pelo sistema de gestão.Edição 2010

  

ALCOA ALUMÍNIO (SP)
Case:
 Projeto de Expansão da Linha III 
Cidade: São Paulo
Estado: SP
Responsável: Aljan Machado  
Cargo: SSMA

 

Resumo: A diferença fundamental é que o ambiente de um canteiro de obras pode ser considerado muito mais propício para a ocorrência de acidentes, se forem levadas em consideração a diversidade de empresas contratadas e suas diferentes e divergentes culturas em EHS, o baixo grau de escolaridade de sua mão-de-obra terceirizada e a mudança constante dos tipos de risco conforme avanço do empreendimento. Em junho de 2004, iniciou o Projeto de Ampliação da Unidade de Redução (Linha III) para instalação de mais 100 novos fornos nos prédios 105 e 106, ao sul do Eixo 52, com o objetivo de aumentar a produção de alumínio em 63.000 Mtpa. A obra, de grande porte, necessitou da implementação de um sistema de Saúde, Segurança e Meio Ambiente, com soluções diferenciadas para atender ambos os requisitos legais e os da empresa. Como resultado do sistema de gestão de EHS implantado, até junho de 2005, foram acumuladas 1,5 milhão de horas/homem trabalhadas, sem registro de acidente com afastamento, e um Total Recordable Rate (TRR) menor que 0,19. Edição 2006

  

Alcoa Aluminio S.A.
Case:
 Gerenciamento Ambiental nas obras do projeto ALREF U2
Cidade: São Paulo
Estado: SP
Responsável: Aljan de Abreu Machado 
Cargo: EHS

 

Resumo: O Projeto ALREF U2 representa a maior expansão de refinaria de produção de alumina do mundo, um mega projeto de construção civil pesada e montagem industrial, trabalhando atualmente com cerca de 7 mil colaboradores das mais diversas culturas, etnias, raças, sexos e previsão de no pico da construção empregar mais de 9 mil pessoas. O Gerenciamento Ambiental nas obras do projeto ALREF U2, constitui-se em uma ferramenta fundamental para a minimização dos impactos ambientais inerentes a construção, atendimento da legislação aplicável, redução da geração, segregação, tratamento e destinação final dos resíduos sólidos, na economia de recursos naturais, economia de energia, evitar o desperdício de água e no tratamento e destinação de efluentes. Além disso, propicia a realização de ações na garantia da sustentabilidade e principalmente para a conscientização de todos os envolvidos com a construção. Edição 2007

 

Alcoa Alumínio S/A
Case:
 Guia de Sustentabilidade Para Projetos Hidrelétricos no Brasil
Cidade: São Paulo
Estado: SP
Responsável: Juliano
Cargo: Gerente de Meio Ambiente

 

Resumo: O Guia de Sustentabilidade oferece elementos que apóiem os profissionais que atuam no ciclo de vida das plantas de geração de energia para: Encarar e resolver questões que a experiência mostrou serem de importância significativa; Tornar a gestão de seu negócio mais transparente e socialmente responsável; Apontar caminhos que podem melhorar seu relacionamento com as comunidades do entorno e outras partes interessadas; Indicar ações para reduzir os riscos financeiros e sócio-ambientais; Construir um plano de gestão sustentável para os seus projetos, que contribua efetivamente para o desenvolvimento da região; Iniciar um processo de gestão que incorpore a sustentabilidade aos processos, políticas e práticas da empresa. Edição 2009

 

Paginas: 01  02  03  04  05  06  07  08  09  10  11  12  13  14